Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
organograma para indústria

Como fazer organograma para indústria têxtil – 4 itens que não podem faltar!

Estruturar um organograma dos processos de uma empresa de produção fabril, pode se tornar uma tarefa árdua se você não souber por onde começar.

A melhor forma de representar a estrutura de qualquer empresa é através de um organograma. Para fazer um organograma para indústria têxtil, é essencial definir os níveis hierárquicos de todos os envolvidos nas operações, organizando de uma forma que demonstre exatamente quem precisa responder a quem dentro da empresa e a estrutura de todos os setores.

O termo organograma foi criado por Daniel MacCallum, um administrador norte-americano especialista em ferrovias, no ano de 1856. Desde sua criação, os organogramas são utilizados como ferramentas essenciais para qualquer organização, demonstrando assim a hierarquia dentro de qualquer tipo de empresa.

O organograma faz parte da organização estratégica empresarial, definindo as responsabilidades de toda a equipe de pessoal, delimitando suas atividades e fazendo com que a estrutura seja conhecida por todos. Assim, há uma compreensão melhor por parte dos colaboradores, oferecendo maior agilidade nos processos.

Organograma para indústria têxtil: o que não pode faltar

Para fazer o organograma para indústria têxtil é preciso definir as etapas necessárias para a produção dos tecidos, descritas de uma forma que estejam claras para todos, sabendo a posição de cada ação, ou seja, definindo a rota de fabricação.

A organização do organograma deve dispor todos os recursos exigidos para a produção, além da descrição das equipes responsáveis por cada etapa. Esse processo organizacional deve oferecer o ordenamento das partes do conjunto envolvido na produção, com a divisão em áreas devidamente ordenadas.

O organograma para indústria têxtil, dessa maneira, deve ser composto pela administração e seus envolvidos, como, por exemplo, as gerências administrativa e comercial, que centralizam a decisão.

Esse primeiro nível hierárquico é quem deve orientar o trabalho de todos os colaboradores, que devem responder aos níveis conforme a própria estrutura da empresa.

É através da estrutura montada que se estabelece um organograma para indústria têxtil, sabendo, de antemão, que cada empresa mantém uma organização própria. Sendo assim, o organograma é o orientador para que todos os envolvidos no processo de fabricação tenham conhecimento do que está ocorrendo, mantendo um controle geral sobre o processo produtivo para oferecer mais agilidade às operações.

Como existem diversos tipos e modelos de organograma para indústria têxtil, obedecendo a própria estrutura empresarial, sua apresentação pode ser diferenciada, embora existam alguns procedimentos padrão para a elaboração do mesmo.

Estruture por setores

Qualquer organograma é montado através de caixas, ou nichos, cada uma delas representando um determinado cargo ou setor da empresa. É importante, no entanto, definir que o organograma não representa pessoas, mas sim os cargos e funções, ou seja, mesmo que haja na empresa 20 pessoas responsáveis pela produção, apenas uma caixa irá representar essa atividade.

Cada caixa deve ser ligada diretamente às outras com quem mantém comunicação, estabelecendo as linhas de comunicação, unidade e hierarquia. Assim, no organograma para indústria têxtil não podem faltar:

  • As linhas de comunicação, que são linhas contínuas, interligando cargos ou áreas da indústria têxtil, demonstrando que existe uma hierarquia direta entre os setores envolvidos;
  • Unidades de trabalho ou cargos, que são as caixas em que se descreve o cargo representado e a responsabilidade da atividade;
  • Hierarquia que, de uma forma geral, é demonstrada por uma linha ligado, de cima para baixo, da esquerda para a direita ou de dentro para fora, como cada cargo ou setor deve responder ao nível superior;
  • Hierarquia horizontal de trabalho, quando determinados setores estão diretamente envolvidos na operação industrial, respondendo a um mesmo superior hierárquico.

Um organograma para indústria têxtil, portanto, deve apresentar todas as relações profissionais existentes dentro da empresa, representando qual cargo deve obedecer ao outro, fazendo isso através de imagens, onde deve estar explicitada a relação entre as pessoas, setores e cargos e a comunicação exigida para que o processo industrial tenha continuidade.

Nós da DJ Contabilidade somos uma empresa especializada em contabilidade para a indústria têxtil, estamos localizados na zona norte da capital São Paulo – SP.

Siga-nos no Facebook: @DJContabilidade

Tire suas dúvidas conosco, nós, da Dj Contabilidade, somos especialistas na sua empresa, e criamos este artigo especialmente para você!

Esperamos que tenha gostado e que isso te ajude a traçar uma direção concreta para a sua profissão.
Siga-nos no Facebook: @djcontabilidadeoficial

Sucesso e até a próxima.

A DJ Contabilidade é uma Contabilidade na Zona Norte – SP Contabilidade na Zona Norte – SP.

[cta-box-news form=”contact-form-7 id=’2431′ title=’newsletter blog'”]

Abrir Uma Empresa Pode Ser Algo Simples Facil E Rapido - DJ Contabilidade
tudo sobre e-social 2019
Contabilidade

Tudo sobre e-social 2019

Apesar do e-Social ter prorrogado algumas de suas datas, importante frisar que o ano de 2019 trouxe significativas mudanças em seu cronograma. Com a fase

Ler mais »
Fechar Menu