Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Simples Nacional E Commerce Conabilidade - DJ Contabilidade

COMO O SIMPLES NACIONAL NO E-COMMERCE PODE AJUDAR

Não chega a ser novidade para ninguém que o Brasil é um dos países que cobra algumas das maiores taxas de impostos no mundo, e que por isso, muitos empresários pensam duas vezes antes de investir pelos altos custos do negócio – o que altera significativamente seu percentual de lucro.

A tributação brasileira gera dúvidas constantemente, contando com uma legislação intensa, complexa e que constantemente sofre com alterações. O Simples Nacional foi criado justamente para facilitar a vida do empreendedor no pagamento de alguns impostos, sendo este umas das formas de acerto de impostos que as empresas podem optar.

Para o caso de montar um negócio digital (como um e-commerce, por exemplo), não significa que a carga tributária será diferenciada ou menor em relação a outras empresas. Os tributos existem e o ideal é a procura de uma assessoria profissional que indicará o melhor caminho a ser seguido para o gerenciamento e controle de cada um deles. Como qualquer outro empreendimento, é necessário manter-se ativo e regular, pois o não cumprimento destas regras poderá gerar constrangimentos desnecessários.

O Simples Nacional  no e-commerce propõe ajustar diversos tributos em uma única arrecadação. No total são oito impostos diferentes que podem ser representados pelo Simples, o que diminui a burocracia e também o tempo de resolução, gerando um maior dinamismo e praticidade ao empresário.

Toda tributação incide diretamente no valor final de todo produto comercializado, portanto a escolha correta de tributação (conforme a categoria do negócio), fará com que sua empresa se torne saudável financeiramente. O correto é verificar se o seu e-commerce está dentro da opção correta. Confira abaixo algumas informações que podem ajudar na sua escolha:

– O foco do Simples Nacional no e-commerce é abranger pequenas e médias empresas com renda bruta anual de até R$ 4,8 milhões.

– Unificação de oito atributos de origem federal, estadual e municipal, por um único tributo DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

– Agilização de carga tributária e burocracia.

– Possibilidade de não recolhimento do INSS, o que pode gerar uma redução de até 40% da folha de pagamento.

– Possibilidade de emissão de notas fiscais com chaves eletrônicas, tornando o processo de venda validado e certificado.

– Ao Simples Nacional no e-commerce, tem o caminho livre, para se necessário, trocar para um outro regime tributário de acordo como crescimento financeiro.

– Mantém a empresa longe de multas e complicações com o fisco – um caminho de boa relação com a fiscalização.

– A alíquota do e-commerce depende basicamente de seu faturamento bruto e seu código CNAE (Cadastro Nacional das Atividades Econômicas).

O importante, entretanto, em todo este processo é sempre contar com uma assessoria profissional, para que sua empresa tenha o suporte necessário para tirar dúvidas e não cometer nenhum vacilo no procedimento.

Tire suas dúvidas conosco, nós, da Dj Contabilidade, somos especialistas na sua empresa, e criamos este artigo especialmente para você!

Esperamos que tenha gostado e que isso te ajude a traçar uma direção concreta para a sua profissão.
Siga-nos no Facebook: @djcontabilidadeoficial

Sucesso e até a próxima.

A DJ Contabilidade é uma Contabilidade na Zona Norte – SP Contabilidade na Zona Norte – SP.

[cta-box-news form=”contact-form-7 id=’2431′ title=’newsletter blog'”]

Abrir Uma Empresa Pode Ser Algo Simples Facil E Rapido - DJ Contabilidade
tudo sobre e-social 2019
Contabilidade

Tudo sobre e-social 2019

Apesar do e-Social ter prorrogado algumas de suas datas, importante frisar que o ano de 2019 trouxe significativas mudanças em seu cronograma. Com a fase

Ler mais »
Fechar Menu