Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Plano de Contas: como organizar as finanças da sua empresa?

Plano de contas é o nome dado ao conjunto de registros de entradas e saídas de uma empresa, bem como todos os seus ativos e passivos, elencados por meio de um sistema de agrupamento e categorização. Trata-se de uma importante ferramenta para que os gestores possam direcionar os gastos e analisar a receita da organização, atuando como um indicador de desempenho financeiro.

A elaboração de um plano de contas é essencial para o sucesso da gestão econômica e financeira de uma empresa, independentemente de seu porte ou segmento de atuação. Isso porque o registro dos gastos e recebimentos permite que o empresário conheça a realidade de seu negócio, identificando assim se a organização apresenta saúde financeira e tomando decisões administrativas de maneira consciente.

O que é o plano de contas?

De maneira simplificada, o plano de contas é um compilado de todos os débitos e créditos que a empresa possui — no passado, presente e futuro. Ele deve ser organizado em categoriais e hierarquias, de modo que seja possível elaborar relatórios financeiros eficientes e essenciais tanto para controlar o patrimônio da empresa como para se manter em dia com as obrigações fiscais e entender os resultados das operações.

O principal objetivo deste plano é ter um norte para os trabalhos contábeis da empresa, permitindo a elaboração de orçamentos e metas. Os dados apresentados também ajudam os gestores a identificar formas de otimizar processos, tomar decisões com base na realidade do negócio e estruturar suas próximas ações.

Estrutura do plano de contas

O ideal é que o plano de contas seja personalizado para as necessidades e realidade de cada empresa, de modo a atender às necessidades de informação dos gestores. Porém, a estrutura base geralmente é a seguinte:

Ativos

Os ativos empresariais são todos os bens não palpáveis da empresa, como contas a receber, disponibilidades (em caixa e na conta bancária) e posses — como imóveis. Esta é a parte positiva do patrimônio, e pode ser subdividida entre:

  • Circulante: realizável a curto prazo, geralmente em no máximo 365 dias;
  • Não circulante: abrange contas a receber no ano seguinte ao corrente;
  • Imobilizado: diz respeito aos bens móveis e imóveis.

Passivos

Este grupo é formado pelas movimentações que reduzem o patrimônio, como contas a pagar e impostos. Também pode ser divido entre circulante e não circulante.

Receitas

Diz respeito a todas as entradas no caixa da empresa, geralmente vindos de vendas, prestação de serviços ou rendimentos de investimentos.

Despesas

São os pagamentos feitos a fornecedores, funcionários e prestadores de serviços, além de todos os outros gastos necessários para a empresa funcionar — como conta de água e energia elétrica, por exemplo.

Plano de contas contábeis: o que é?

Do ponto de vista da contabilidade, o plano de contas leva em consideração as exigências legais determinadas pela Lei 6.404/76 e os Princípios Fundamentais de Contabilidade. Os dados presentes neste planejamento ajudarão a orientar o balanço patrimonial da empresa e não compreendem as necessidades organizacionais. Para contornar isso, normalmente é indicada a realização de um plano de contas gerenciais.

O ideal é que o plano de contas contábeis seja elaborado por um contador profissional, que possui conhecimento específico a respeito deste tipo de planejamento. Vale lembrar que é justamente este relatório que embasa o preenchimento de demonstrativos financeiros e de fluxo de caixa, essenciais para que a empresa consiga prestar contas ao governo, acionistas e investidores.

Elaborar um plano de contas com ajuda de um escritório de contabilidade, portanto, garante que todos esses documentos estejam preenchidos de maneira correta, com transparência e confiabilidade.

Plano de contas gerencial

Este é o plano de contas que viabiliza análises mais assertivas por parte da gestão, uma vez que visa atender as necessidades particulares da empresa. O ideal é que este planejamento seja o mais personalizado possível, de modo a representar a realidade do negócio e permitir a otimização financeira por parte dos empresários. Este plano também pode ser elaborado com ajuda da contabilidade, mas deve ser voltado às necessidades internas do negócio.

O objetivo do plano de contas gerencial é estruturar as finanças de acordo com a prioridade e forma de atuar de cada empresa, permitindo uma análise estratégica dos resultados apresentados. É importante que este planejamento seja muito bem organizado e estruturado, de modo a minimizar erros e inconsistências ao trabalhar com dois planos diferentes.

Existe ainda o chamado plano referencial, que é uma obrigação para todas as empresas e deve seguir modelos pré-definidos, de acordo com o Regime Tributário que rege a organização. Para conseguir manter tudo isso em dia, é fundamental ter controle total a respeito das contas a pagar, a receber e patrimônio líquido empresarial.

Conte com um escritório de contabilidade

Como foi visto, um plano de contas é essencial para organizar as finanças da empresa e manter todas as suas obrigações em dia. Este controle também permite que os gestores analisem e identifiquem a realidade da empresa e saibam adotar ações de acordo com suas necessidades e objetivos a longo, médio e curto prazo.

A tarefa de manter todos os dados sob controle, entretanto, não é fácil — especialmente se a empresa precisar trabalhar com vários planos ao mesmo tempo (gerencial, contábil e referencial). Por isso, o ideal é que o plano de contas seja elaborado e alimentado por uma pessoa que tenha profundo conhecimento a respeito do assunto e domine as necessidades e regras contábeis desta ferramenta.

Contar com o apoio de uma empresa especializada como a DJ Contabilidade pode fazer toda a diferença quando o assunto é a elaboração de um plano de contas e a organização das finanças de sua empresa. Com o conhecimento técnico aprofundado de nossos contadores, sua empresa consegue ter controle sobre todas as movimentações financeiras, entendendo a realidade do negócio e descobrindo como é possível melhorar.

Além disso, deixar o setor contábil na mão de especialistas permite que os gestores da empresa se dediquem às suas atividades e cuidem dos demais assuntos da empresa, sem a necessidade de se preocupar com a elaboração do plano de contas e a organização financeira do negócio.

Nós da DJ Contabilidade somos uma empresa especializada em contabilidade para a indústria têxtil e contabilidade para escolas, estamos localizados na zona norte da capital São Paulo - SP.

Siga-nos:

FAÇA UMA AVALIAÇÃO FINANCEIRA GRATUITA PARA SUA EMPRESA COM A DJ CONTABILIDADE E TENHA 2X MAIS LUCRATIVIDADE!

Abrir Uma Empresa Pode Ser Algo Simples Facil E Rapido - DJ Contabilidade
Fechar Menu